- Fenavinho -

UMA FESTA DE EXPERIÊNCIAS ÚNICAS

A Festa Nacional do Vinho (Fenavinho) está intimamente ligada à história de Bento Gonçalves. A relação de seus moradores com a festa extrapola o motivo de celebração de uma cultura – a da uva e do vinho – para elevá-la a um contexto identitário no qual uma – a cidade – é indissociável à outra – a Fenavinho.

Nascida em 1967, a Fenavinho é fruto de um grande envolvimento social para mostrar ao Brasil o potencial empreendedor de um pequeno município que ainda era cercado por estradas de terra. Entre os dias 25 de fevereiro e 12 de março daquele ano, o evento recebeu mais de 100 mil pessoas, em um pavilhão que poucos meses antes sequer existia. O que parecia inimaginável aconteceu: em sua primeira edição, a Fenavinho já recebeu o prestígio da visita de um presidente da República, o marechal Humberto de Alencar Castelo Branco. O polêmico Assis Chateaubriand, o Chatô, dono dos Diários Associados, foi outra figura de renome que marcou presença no encontro.

A partir daí, começou a se formar uma nova Bento Gonçalves, cujo nome já se ouvia em diferentes partes do país graças ao sucesso da festa. O que se viu nos cinquenta anos seguintes foi uma transformação que elevou a cidade a um patamar que hoje a posiciona como uma das mais desenvolvidas do Brasil.
Nesse contexto, a Fenavinho manteve 15 edições até 2011, quando parou por oito anos, sendo retomada em grande estilo em 2019 pelo Centro da Indústria, Comércio e Serviços (CIC-BG).


- LEGADO -

FORAM INÚMERAS CONTRIBUIÇÕES CONSOLIDADAS A PARTIR DO SURGIMENTO DA FESTA

O VINHO ENCANADO

A bebida dos deuses é a estrela protagonista da festa que leva seu nome – a Fenavinho. Quem visita o evento tem a oportunidade de aprecia-la de diversas formas: seja nos nostálgicos garrafões, nas nobres garrafas ou, ainda, de um modo que chama a atenção pela engenhosidade: encanado, com distribuição pelas ruas da cidade. Essa ousada ideia nasceu com o surgimento da Festa: torneiras no centro de Bento Gonçalves jorravam vinho de graça para todos os visitantes – fato que ficou nacionalmente conhecido e atraiu os holofotes do país inteiro.

O Parque de Eventos

Reconhecido atualmente como um dos maiores complexos cobertos da América Latina, o Parque de Eventos de Bento Gonçalves é um projeto tirado do papel graças ao advento da Fenavinho. A festa, que desde o surgimento se propunha a conquistar relevância nacional, necessitava de um amplo espaço para sua realização. Assim, começaram as obras para construção do primeiro pavilhão do atual complexo de edificações – são 322.566 m² de área territorial e 58.000m² de espaço coberto e climatizado. Idealizado para receber a primeira edição da Fenavinho, o parque sedia, hoje, feiras de abrangência internacional – como a FIMMA Brasil, Movelsul, ExpoBento e Wine South América, entre outras que movimentam a economia local e destacam ainda mais o município.

Desfiles típicos

Os tradicionais desfiles em carros alegóricos da região receberam reforço no quesito autenticidade a partir da Fenavinho. Na primeira edição, o desfile teve como tema “O Vinho na Bíblia”, devido à grande influência da Igreja Católica na cultura local, predominantemente de colonização italiana. Foram 15 carros percorrendo as ruas da cidade. A principal marca deixada pelas alegorias foi o incentivo ao trabalho da comunidade local em prol de um projeto comum, valorizando os produtos feitos pelas pessoas que pertencem à localidade.

Envolvimento comunitário

Foi a união da comunidade que tornou real o ideal do empreendedor Moysés Michelon, mentor da primeira edição da Fenavinho. Desde o apoio à divulgação até a limpeza do espaço para a festa, o envolvimento comunitário teve contribuição essencial e determinante para o sucesso do evento. A primeira Fenavinho evidenciou a verdadeira expressão cultural do povo bento-gonçalvense. Relatos da época citam que as comissões voluntárias organizaram a hospedagem e alimentação em casas da cidade – fazendo levantamento do número de quartos e das estruturas existentes para refeições em salões de Igrejas. O comprometimento dos cidadãos para com a festa estabeleceu uma nova relação entre a própria comunidade e, claro, aos olhos dos visitantes. Ao propor sua retomada, o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves quer inspirar a comunidade, a iniciativa privada, as entidades representativas e o poder público a unirem forças em prol da consolidação dessa festividade icônica para o município.

Projeção nacional

A Fenavinho é a festa-mãe de todos os eventos realizados em Bento Gonçalves. A festa projetou o município em âmbito nacional, alçando-o, também, à condição de referência nos segmentos vinícola e turístico. Exemplo dessa projeção foi a primeira vinda de um presidente da república à cidade. O General Humberto de Alencar Castelo Branco esteve na Capital Brasileira do Vinho durante a 1ª Fenavinho. Na época, não havia asfaltamento entre Porto Alegre e a região, mas logo após a visita do presidente o processo asfáltico acelerou. Por esse e outros motivos, o sentimento de pertencimento da comunidade de Bento Gonçalves ao legado e simbolismo que a Fenavinho representa a nível não só regional, mas também nacional, se fortalece a cada edição.

DIRETORIA

Comitê da 17ª Fenavinho

Coordenador do Comitê: Roberto Cainelli Júnior
Eventos Internos: Rodrigo Valério
Eventos Externos: Gabrielle Rodrigues
Vice de Eventos Externos: Roberta Benedetti
Gastronomia: Daniel Panizzi
Marketing: Marcos Giordani
Projetos: Diego Bertolini
Turismo: Rodrigo Parisotto
Enologia e relações comunitárias: Bruna Cristofoli

Soberanas

Corte da 17ª Fenavinho:

Imperatriz: Bárbara Bortolini
Damas de Honra: Ana Paula Pastorello e Sandi Marina Corso

Trajes e coroas das Soberanas da 17ª Fenavinho

Eles são tão tradicionais quanto a festa que representam ou a Corte que os veste – carregados de simbologia e elementos históricos que marcam o município e a região. Com toda essa imponência, os trajes das Soberanas da 17ª Festa Nacional do Vinho (Fenavinho) são assinados pela estilista Caroline Ambrosi.

Símbolo de Bento Gonçalves, a Pipa Pórtico ganha papel fundamental na composição: as saias usadas pelo trio terão formato de “A”, similar à estrutura que dá as boas-vindas aos visitantes no acesso principal. A modelagem garante uma leve armação, mas sem exageros. As cores escolhidas foram o bordô e o rosé, lembrando as uvas e o vinho; o branco, remetendo à religiosidade; e o dourado, exaltando a prosperidade.

Sinônimo do glamour e tradição da Corte, as coroas das soberanas da 17ª Fenavinho também ganharam versões atualizadas. Elegância e sutileza certamente estão entre as marcas dos novos acessórios: as peças passaram por uma renovação em seu design, preservando, no entanto, elementos conceituais essenciais. Nas coroas é possível identificar o desenho de uma taça, ladeada por folhas de videira, decoradas com Strass Swarovski verde.

Um dos diferenciais é o recorte que dá vida ao interior do cálice, sugerindo o preenchimento com vinho, o ícone da festa. As uvas são simbolizadas por Zircônias roxas, em pedras maiores e distribuídas por toda a parte frontal. Na base, foi aplicada Zircônia cristal. O corpo metálico é todo banhado em ouro 24 quilates. Mais leves que os modelos anteriores, as novas coroas garantem, também, o conforto para o uso as soberanas.

As novas coroas da Corte da Fenavinho foram produzidas pela empresa Sena Joias, do município de Guaporé, que acumula expertise de mais de 20 anos na área, fabricando artefatos deste tipo para cidades do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e, recentemente, até de Portugal. O trabalho, coordenado por Celmar Pierezan, foi desenvolvido de forma intensa ao longo dos meses de dezembro e janeiro.


- Resgate histórico -

Quem já foi foi parte da história da Fenavinho

I FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 25 de fevereiro a 12 de março de 1967

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Moysés Luiz Michelon
Vice-Presidente: Luiz Matheus Todeschini
1º Secretário: Hilário Caetano Pozza
2º Secretário: Mário Morassutti
1º Tesoureiro: Dorvalino Pozza
2º Tesoureiro: Gentil Theofilo Pompermayer
Secretário Executivo: Anacleto Adorindo Tedesco

Imperatriz: Sandra Guerra
Damas de Honra: Iegle Gehlen e Liane Mazzini

Prefeito: Milton Rosa

II FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 13 a 28 de fevereiro de 1971

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidentes: José Eugênio Farina
Carlos Reno Dreher
Horácio Guedes Mônaco
1º Secretário: Alcides Fetter
2º Secretário: Lênio Tregnago
1º Tesoureiro: Orestes João Tregnago
2º Tesoureiro: José Holebben
Secretário Executivo: Pedro Koff

Imperatriz: Naira Valenti
Damas de Honra: Vera Regina Pompermayer
e Maria Aparecida Soares

Prefeito:Sady Fialho Fagundes

III FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 15 de fevereiro a 09 de março de 1975

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidentes: Tel Antinolfi
Vice-Presidente: Nelso Secundino Zorzanello
Vice-Presidente: Dorvalino Pozza
1º Secretário: Nilo Jacintho Carraro
2º Secretário: Gentil Theófilo Pompermayer
1º Tesoureiro: Pedro Paulo Zanatta
2º Tesoureiro: Milton Poletto
Secretário Executivo: Cid Silveira Umpierre

Imperatriz: Mariza Tondo
Damas de Honra: Maria Lorita Menegotto
e Stela Regina Fasolo

Prefeito: Darcy Pozza

IV FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 1º a 19 de fevereiro de 1980

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Nelton Callegari
Secretário Executivo: Ivan Toniazzi
Vice-Presidentes: Valério Pompermayer
Reinaldo DalPizzol
José Ernesto Oro

Imperatriz: Sílvia Ross
Damas de Honra: Elisabete Rotava e Ângela Regina Ozelame

Prefeito: Fortunato JanirRizzardo

V FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 8 a 24 de fevereiro de 1985

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Carlos Bertuol
Vice-Presidentes: José Décio Dupont
Luiz Antônio Sandrin
Ângelo E. Dalla Colletta
Antônio A. Salton
João Farina Neto
Secretário Executivo: Itacyr Luiz Giacomello
Tesoureiro Executivo: Jacob Armando Selbach
Secretários: Carmem Camerini
Edes Ernesto Salvador
Lourdes Pasa Albrecht
Maria Luíza Figueiró
Roslaine Marcon
Salete Camerini
Vera Maria Canossa

Imperatriz: Sheila Telli
Damas de Honra: Cláudia Sfoggia Wender e Liana Cristina Fortuna Rigon

Prefeito: Ormuz Freitas Rivaldo

VI FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 14 a 29 de julho de 1990

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Jovino Nolasco de Souza
Vice-Presidentes: Adroaldo Dal Mass
Lourival Frizzo
Renato Ferrari
Além Guerra
Juarez Valduga

Imperatriz: Nádia Cini
Damas de Honra: Eliane Gobatto e Raquel Possamai

Prefeito: Fortunato Janir Rizzardo

VII FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 12 a 28 de julho de 1991

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Jovino Nolasco de Souza
Vice-Presidentes: Adroaldo Dal Mass
Lourival Frizzo
Renato Ferrari
Além Guerra
Juarez Valduga

Imperatriz: Nádia Cini
Damas de Honra: Eliane Gobatto e Raquel Possamai

Prefeito: Fortunato Janir Rizzardo

VIII FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 10 a 26 de julho de 1992

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Jovino Nolasco de Souza
Vice-Presidentes: Adroaldo Dal Mass
Lourival Frizzo
Renato Ferrari
Além Guerra
Juarez Valduga

Imperatriz: Andréa Poletto
Damas de Honra: Maristela Titton e Raquel Possamai

Prefeito: Fortunato Janir Rizzardo

IX FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 09 a 25 de julho de 1993

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Erci Grapiglia
Assessor da Presidente: João Carlos Bircke
Diretor de Finanças: Gilmar Brum
Diretor da Comissão de Vinho: Paulo Ribaldi
Diretor de Vendas: Fernando Ferrari
Diretor de Marketing: Eugênio Tártaro
Diretor de Eventos: Tarcísio Michelon
Diretora da Comissão Social: Lauralice Dupont
Diretor de Esportes: Leopoldo Benatti
Secretária Executiva: Glaci Oliveira
Assessoria de Imprensa: Andréa Cavallini e Denise Milani

Imperatriz: Loren Hofsetz
Damas de Honra: Sônia Arlete Rasador e Janete Rizzi

Prefeito: Aido Bertuol

X FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 15 a 31 de julho de 1994

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Erci Grapiglia
Diretor de Comercialização e Parque: Severino Ferrari
Diretor de Vitivinicultura e Eventos Técnicos:
José Fernando Protas
Diretor de Marketing/Publicidade e Propaganda:
Luiz Alberto Majola
Diretor Administrativo e Dinanceiro: Clóvis Capitâneo

Imperatriz: Loren Hofsetz
Damas de Honra: Sônia Arlete Rasador e Janete Rizzi

Prefeito: Aido Bertuol

XI FESTA NACIONAL DO VINHO

Período: 4 a 14 de maio de 2000.

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Jaime Milan
1º vice-presidente: Antônio Agostinho Salton
2º vice-presidente: Paulo Ferrari
3º vice-presidente: Flávio Abreu de Souza
1º secretário: Sérgio Foletto
2º secretário: Sérgio Inácio Poletto
1º tesoureiro: Lauro Dorigon
2º tesoureiro: Alexandre Dal Pizzol

Imperatriz: Melissa Pradieê
Damas de Honra: Cláudia Provensi e Marta Pasquali

Prefeito: Darcy Pozza

XII FENAVINHO

Período: 28 de janeiro a 13 de fevereiro de 2005.

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Paulo Geremia
Vice-presidente de Eventos: Nelton Callegari
Vice-presidente Financeiro: Renato Masutti
Vice-presidente Marketing: Silvio Pasin
Vice-presidente Industrial e Gastronomia:
Tarcísio Michelon

Imperatriz: Markelen Calza
Damas de Honra: Angélica Sartoli e Aline Pedrini

Prefeito: Darcy Pozza

XIII FENAVINHO

Período: Início: 26/01/2007 Término:20/02/2007

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente: Tarcísio Vasco Michelon
Vices-presidentes
- Industrial – Paulo Ferrari
- Financeiro - Maurício Salton
- Agroindústria e Ofícios – Vinicos Dall’Oglio
- Eventos Esportivos, Integração Distrital- Moacir Menegotto
- Apresentações Artísticas – Marcos Piccoli
- Comunicação e Marketing – Diego Bertolini
- Cultura - Maria StefaniDalcin
- Infra-estrutura – Luiz H. Zanini
- Relacionamento e promoção do vinho brasileiro –
José F. da Silva Protas
- Gastronomia – Janete Canello
- Jurídico – Edson Carlos Zandoná
- Administrativo e Comercial – Jones Valduga
- Integração Regional, Vinho da Imperatriz e Caminhão do Vinho – João Strapazzon
- Integração Nacional – Henrique Benedetti
- Eventos Técnicos – Dirceu Scottá
- Vila Típica -Antoninho Ademir Calza
- Projeto Visual da Cidade e Estabelecimentos comerciais – André Dreher Giovannini

Imperatriz – Suelen Brandeli
Princesa – Caroline Carraro
Princesa – Raquel De Marco

PREFEITO
Alcindo Gabrielli

XIV FENAVINHO

Período: Início:30/01/2009 Término: 24/02/2009

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Tarcísio Vasco Michelon
Vice-presidentes:
Gestão - Marcos Fracalossi
Agroindústria - João Strapazzon
Apresentações Artísticas - Marcos Piccoli
Comunicação e Marketing - Ana Paula Soliman
Cultural - Eunice Pigozzo
Feira Vinícola - Andréia Gentilini Milan
Feira Tecnológica - Ivan Tasca
Gastronomia - Janete Canelo
Hospitalidade e Turismo - TaliseValdugaZanini
Infra-estrutura - Vitor Ambrosini
Relações com o Comércio - HelenirBedin
Relações Estratégicas - Márcia Ferronato
Social e Espetáculos - Maria da Glória De GasperiTodeschini
Imperatriz - Cláudia Alberici Pinto
Princesa - Aline Petroli
Princesa - Bárbara Manfroi Chies

PREFEITO - Roberto Lunelli

XV FENAVINHO

Período: Início:29/04/2011 Término: 08/04/2011

DIRETORIA EXECUTIVA
Presidente: Joao Strapazzon
Vice-presidentes:
Gestão - Marcos Fracalossi
Mercado – Daniela Salton
Cultural - Marcos DytsPiccoli
Vinícola – Antônio Czarnobay
Agroindústria –InêsFagherazziBettoni
Infra-estrutura – Dario Crespi
Serviços – Gilberto Durante
Diretora Janete Canello

Soberanas
Imperatriz Kelly Scanagata
Princesas Carine Pedrotti e Gabriela Bottega

PREFEITO - Roberto Lunelli

XVI FENAVINHO

Período: de 13 a 23 de junho de 2019

Comitê da 16ª Fenavinho
Coordenação: Diego Bertolini
Cultura e Relação com a Comunidade: Rodrigo Parisotto
Eventos: Roberto Cainelli Jr
Gastronomia: Marcos Giordani
Marketing: Rodrigo Valério
Turismo: Gabrielle Rodrigues
Vinho: Bruna Cristófoli
Vinícola \ Institucional: Daniel Panizzi

Soberanas:
Imperatriz Bárbara Bortolini
Damas de Honra Ana Paula Pastorello e Sandi Marina Corso

Promoção: Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves

© 2020 FENAVINHO - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - FOSFO